Sem categoria

7 coisas que você precisa resolver em 2017 para começar bem 2018

Compartilhe

Sim, já estamos falando sobre começar bem 2018. É bom a gente pensar sobre como o ano já está chegando ao fim e que logo mais a gente começa uma nova fase, mas sem aquela sensação de desespero: mais como um impulso para saber o que a gente quer nesses próximos meses, o que aprendeu com os últimos e o que gostaria de fazer diferente.

É verdade que a gente não precisa de um ano novo para isso: dá para comemorar uma nova fase a qualquer momento e recomeçar a qualquer hora também. Porém, se você precisa daquele impulso para começar a rever a sua vida como está agora e começar a planejar para o futuro, não tem problema – a gente te ajuda nessa.

1.Reveja as suas finanças

Antes do fim do ano, tire um dia (ou dois) para rever o estado das suas finanças. Começo de ano significa pagar impostos (Imposto de renda, IPTA, IPVU…) e você precisa saber o que tem em conta, o que ainda vai cair e como controlar os seus gastos durante a época de Natal e Ano Novo antes da virada do ano. Confira o seu orçamento, veja onde você está gastando mais do que deveria e pode enxugar a receita e planeje para o próximo ano.

2.Comece a organizar a agenda de fim de ano

A sua empresa vai sair em recesso de final de ano? Você vai tirar férias entre o Natal e o Ano Novo? Para evitar o estresse, o melhor a fazer é já começar a organizar a sua agenda para completar o que for preciso antes desse período. É difícil a gente prever o que vai acontecer no meio tempo, mas quanto mais você adiantar o trabalho, mais tranquila você vai ficar para o seu período longe do escritório – sem se preocupar com o trabalho que ficou por fazer também.

3.Pare um segundo para agradecer

É importante a gente parar um segundo para agradecer o que tem ao invés de reclamar o tempo inteiro daquilo que ainda não conquistou. Fim de ano é sempre a oportunidade perfeita para você rever o que viveu de incrível e dar um ‘obrigada!’ de boca cheia para os momentos bons. Até as situações que você considera ruins também foram um importante aprendizado, portanto, agradeça por eles também!

4.Reveja as suas conquistas

Uma publicação compartilhada por mochachengcheng (@itsmocha_c) em Out 23, 2017 às 1:14 PDT

Para começar bem 2018, uma dica é rever as coisas que você conquistou em 2017. Um ano passa muito rápido, mas é um espaço de tempo grande em que muita coisa acontece também. Sente e reveja o que você fez de incrível, seja no trabalho, seja na sua vida pessoal, e perceba a importância que esses momentos tiveram na sua trajetória.

5.Estabeleça metas realistas

Nada de sair falando ‘quero ser feliz’. Por mais que isso seja sincero, não é muito palpável e você vai ficar frustrada se pegar essa lista no meio do ano que vem e perceber que não está feliz como você imaginou que estaria. Estabeleça metas verdadeiras e práticas, que você consiga tirar do papel e trace um plano para alcançá-las nos próximos meses.

6.Reveja as suas metas para 2017

Quais delas você ainda tirar do papel este ano? Quais você ainda quer cumprir? Reveja, repense e trace um plano para fazer o que você se propôs. Só porque estamos no fim do ano não significa que essas metas não valem de mais nada – ou que você só pode correr atrás de metas novas quando o ano virar.

7.Arrume a sua bagunça

Você sabe de qual bagunça estamos falando. Daquela que acumula na sua cama e que você tira e põe da cadeira da escrivaninha todos os dias. Arrume tudo, jogue fora o que puder, doe o que estiver bom, reveja o que você tem na sua mesa… Enfim, arrume o que precisa ser arrumado para você começar o ano sem essa bagunça mental te incomodando o tempo inteiro, ok?

O mais importante para começar bem 2018 é você saber que está tudo bem se você não cumpriu o que se propôs em 2017 e que essa é uma nova oportunidade de fazer o que você tem vontade de verdade. A gente prefere mil vezes que você coloque no papel uma meta que quer muito cumprir porque você sempre sonhou do que jogar ali qualquer coisa porque as outras pessoas dizem que é importante (tipo emagrecer). E não tem necessidade disso, sabe?

Compartilhe